Ela & Ele na festa da faculdade

11 09 2010

No último semestre da faculdade…

– Tá.
– Tá o quê?
– Tá tudo. Tá frio. Tá fila. Estacionamento tá caro pra caralho.
– Nisso eu concordo.
– Nisso o que? Eu falei três coisas. Quatro, se contar o “tá tudo”.
– Nisso do estacionamento. Vinte reais pra parar o carro num lugar que nem particular é chega a ser quase um roubo. Fila sempre teve, e sempre vai ter, pra qualquer coisa, e frio que que você tá reclamando? Quem tá de saia sou eu.
– Ser homem tinha que ter alguma vantagem, nem que seja no vestuário de festa.
– Você é uma das poucas pessoas no mundo que usa a palavra “vestuário”. E falando nisso, podia ter pego um casaco, né?
– Nem, depois ia ficar carregando. Lá dentro é calor.
– Sim, mas aqui fora é frio e o casaco seria pra mim, dã.
– Devia ter me avisado antes de sair da casa que queria que eu fosse cavalheiro hoje.
– Casa? Aquela república bizarra?
– Não fala assim, dá uma dor no coração saber que no fim do ano eu saio de lá. Olha, a fila andou. Dois passos. Grande avanço.
– Dor no coração é enfarte. E a fila tá andando agora, pára de reclamar. Putz, que friiiioooooo!
– Por que você pode reclamar e eu não posso?
– Porque eu sou mulher. É cláusula do contrato meu direito de reclamar mais que você.
– Eu não lembro de ter cláusula nisso naquilo que a gente assinou.
– Não é “aquilo”, é nosso Contrato de Boa Convivência no Relacionamento. E tá lá, te mostro amanhã. Aí, pronto, entramos, praticamente a última festa de faculdade na graduação. Que triste.
– AHN?
– O QUÊ?
– NÃO ESCUTEI!
– PRATICAMENTE ÚLTIMA FESTA DA FACULDADE!
– Mas tem outras ainda, não é fim de semestre.
– Por isso o praticamente.
– Vai andando na minha frente, você abre caminho melhor que eu.
– EU? O homem é você!
– Sim, mas a porção violenta do relacionamento é incubência sua. Ninguém mandou ter a mão pesada, a mira boa e um cotovelo pontudo. É cláusula do CBCR.
– Se eu arrumar confusão, não reclame.
– Pra onde a gente tá indo?
-AHN?
– PRA ONDE A GENTE TÁ INDO?
– Pra pista de dança.
– VOCÊ NÃO AVISOU QUE EU TERIA QUE IR PRO MEIO DO INFERNO! Disse que a gente podia ficar no cantinho!
– Escuta, tá mais do qu na hora de se livrar dessa frescura sua. Pronto, ó, um lugar até meio decente e na pista, viu?, ninguém vai morrer fora esse FILHO DA PUTA que tá me empurrando!
– Amor, quem cotovelou ele foi você, ele só perdeu o equilíbrio e quase caiu.
– Dane-se.
– QUEM?
– DANE-SE!
– Puta merda, olha a música…
– ONDE?
– ONDE O QUE?
– Nada, esquece. PORRA, FURARAM MEU RIM AGORA!
– Não exagera, seu fresco.
– Se eu sou fresco, exagerar é esperado. Onde tem banheiro aqui mesmo?
– Ali, ó. Naquela fila nojenta.
– Esquece, vou falar com o segurança pra ver se rola ir mijar no mato. Já volto. Não sai daqui, pelo amor de Deus. Se eu te perder aqui…
– Não vai me perder, amor…
– … vou embora, te largo aqui e você se vira com o taxi. Já volto.

trinta minutos depois…

– VOCÊ SAIU DO LUGAR!
– OI?
– VINTE MINUTOS PRA TE ACHAR NESSA BIROSCA! Pelo menos tá do lado do bar. É open bar, né? A cerveja é decente?
– Não, mas desde quando a gente toma cerveja decente em festa de faculdade pública?
– Por que você saiu do lugar?
– Encontrei com o Ricardo, ele perdeu o namorado, a gente foi procurar.
– Nem sabia que o Ricardo namorava. E acharam?
– Não.
– Por que não?
– Porque o Ricardo não namora!
– E por que diabos vocês foram procurar o namorado imaginário dele?
– Porque ele bebeu demais e esqueceu que é solteiro.
– E cadê ele?
– Sumiu.
– Sumiu por que?
– Porque lembrou que é solteiro.
– Pressinto visitas ao HC amanhã, olha a Bárbara ali meio caída. Aquilo é a saia dela???
– Não, é uma blusa comprida mesmo.
– E cadê a saia dela???
– Eu que sei? E PÁRA DE OLHAR!
– TÁ, PAREI, dá pra gente ir pra outro canto? Aqui o empurra-empurra tá pior que na pista.
– Porque já deu aquela hora da festa em que todo mundo prefere beber a lembrar que tem prova amanhã.
– Eu não tenho prova amanhã. Nem aula eu tenho.
– Eu tenho. Às oito da manhã. Quer dizer, eu tinha.
– Como assim?
– Tá vendo aquele senhor ali no ambulatório? É o professor da prova de amanhã.
– TEU PROFESSOR TÁ BÊBADO NA FESTA?
– Calma, nem professor direito ele é, é do mestrado, tá dando aula por falta de professor. Pelo estado dele, nem rola a prova amanhã, então tá beleza. Vou fazer xixi, não sai daqui.

intermináveis minutos depois…

– Vamos embora.
– PORRA, QUE SUSTO!
– Que bonitinho, você não saiu mesmo do lugar.
– Claro que não. Me separei da manada, tive que defender meu território sozinho. Aliás, meu rim pediu pra avisar que te odeia.
– QUEM ME ODEIA?
– MEU RIM!
– QUE QUE TEM SEU RIM?
– FOI COTOVELADO ATÉ A FALÊNCIA!
– AHN?
– Nada, a gente pode ir embora? São quatro da manhã já. Por favor? Pelo amor de Deus? Antes que comece o putz, começou a parte do sertanejo, escuta, eu vou embora, você se vira!
– Calma, a gente vai embora, pronto, vem. Eu abro caminho.
– Graças. Dorme lá na república comigo. Você tira esse sapato apertado, tomamos um banho e desmaiamos na cama pra amanhã encontrar o Ricardo caído na calçada e quarenta ligações da Bárbara chorando, enquanto você perde a prova que seu professor-que-não-é-professor vai dar independente da festa. E o melhor, lá não tem filas. Que aglomerado é esse?
– A fila pra ir embora. Depois tem a do estacionamento.
– Toda vez que a gente vai pra uma festa, eu relembro todos os motivos pelos quais sempre prometo que nunca mais vou em uma.
– E toda vez que olha pra mim, relembra todos os motivos pelos quais sempre quebra essa promessa.
– Odeio você.
– Odeia nada. Vai casar comigo.
– Vou nada.
– Vai sim.
– Não vou.
– Vai sim.

Anúncios

Ações

Information

4 responses

11 09 2010

nhaaaá, bonitinho o final *—*

11 09 2010
Julie

Mahh é um gênio! *o*

13 09 2010
Dinah

hahahaha

nada como o empirismo na hora de escrever!!! d+++

17 09 2010
prih

QUE BONITINHO! AAAAAAR *O*

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: