Ela, Ele & a surpresa

6 08 2010

– Você tá com uma cara estranha.
– Que tipo de cara estranha?
– Aquela que você faz quando espera alguma coisa de mim. Invariavelmente eu não vou saber o que é, você vai ficar brava dizendo que mudou e eu nem reparei, e eu não reparei mesmo, vai brigar comigo e fazer greve de sexo por uma semana.
– Ah… é, assim… mais ou menos isso.
– Sabia.
– Mas não precisa de preocupar, não é nada demais… é que
– NÃO! NÃO FALA! Eu vou reparar.
– Duvido um pouco… não é tortura emocional dessa vez, amor, é que eu
– SHIU! Calma, só preciso de alguns segundinhos. Levanta do sofá. É, é sério, levanta. Deixa ver. Não é a roupa, essa roupa eu conheço.
– Conhece.
– Tá de pantufa, não pode ser sapato, a não ser que já tenha guardado… TAÍ, comprou a pantufa? Você usa salto até em casa, até sua havaianas é aquela com salto lá, e hoje tá sem. É isso?
– Tô, tô sem salto, não quero sobrecarregar a coluna, mas não era isso o que
– CALMA, tem mais coisa. Brincos?
– Não, são os mesmos que uso pra dormir desde sempre, que sua mãe me deu.
– Hum… mudou algo na casa? Acho pouco provável, você tem TOC.
– Não, tudo na mesma, se bem que mudanças a gente vai ter que fazer.
– Vai? Amém, a última mudança feita foi aquele quadro da enxaqueca.
– Falando nele, a Lira já me avisou que você cobre ele com um lençol quando eu não tô em casa. Pode parar com isso.
– Empregada fofoqueira…
– Não é fofoqueira, só não gosta de você.
– Igual sua mãe e sua irmã. A gente podia apresentar as duas! Formar um clube, MOSM: Mulheres que Odeiam o Seu Marido.
– Se não me deixa explicar, vou ser a presidente.
– Seu cabelo. Mudou o cabelo, que eu sei. Tá um tanto mais curto, ele costuma ficar na linha do sutiã. Eu sei porque sempre enrosco os dois quando tô com pressa.
– E quase me deixa careca. Cortei, hoje de tarde, mas… não é bem isso.
– Tá, desisto. Até porque, o que eu acho que é, se eu falar, você vai me fazer engolir o quadro.
– Fala. Juro que nem relo em você.
– Certeza? Jura mesmo? Não vai me bater com a Veja?
– Não.
– Tá… é que… você tá de moletom, não é muita base, mas… na cintura, tem um… recheiozinho na dobrinha aí… nossa, não vai mesmo ofender minha masculinidade.
– Não, não vou.
– Mas eu te chamei de gorda.
– Eu sei.
– Gorda. GOR-DA. Isso não é, tipo, blasfêmia segundo a bíblia feminina?
– Depende do caso. E você não me deixa falar. Toma.
– Um cartão? É divórcio? Se for, eu não quero o quadro, você tá gorda mesmo e sua mãe parece o Danny deVito.
– Abre.
– “Feliz dia dos pais”?
– Amor… estamos grávidos.
– Estamos não, a gorda é você.
– NÃO ME CHAMA DE GORDA!
– VOCÊ DISSE QUE NÃO IA ME BATER! É sério? Certeza?
– Dois exames de sangue e dez de farmácia de certeza. Tão em cima da mesa, pode pegar pra ver. Menos os de farmácia, já que eu tive que… bom, fazer xixi neles.
– Eu vou ter um filho…
– Ou filha.
– Ou ambos. Gêmeos, quero dizer. Uau. Um filho.
– Viu…
– O que?
– Minha mãe não parece o Danny DeVito.
– Parece. Desculpa, mas parece.

Anúncios

Ações

Information

4 responses

6 08 2010
giu

Mareska *—* Cara, amei, amei. Desde o primeiro! Estão ficando ótimos, Mahh! Continue escrevendo mais, viu? Adoro esse seu estilo “rápido-e-direto” de escrever.

7 08 2010
Lih

mtoooo continue!!! ri demais! hahauhauahuha

7 08 2010
Naty

Ain, amei todos, mas esse é meu preferido até agora! *-*
Adoro esse seu estilo “rápido-e-direto” de escrever. +1

7 08 2010
thaís

*o*
Sempre amei tudo que a mahh escreve. Ter um blog só pra isso é tão *oooo*.
DIVO, MAHH.
eu ri muuuito.
Adoro esse seu estilo “rápido-e-direto” de escrever. +2

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: